Alagoas Feita à Mão inicia ano com diversos pontos de venda no Estado

Imagem: Ascom/Sedetur

Os artesãos apoiados pelo programa Alagoas Feita À Mão iniciam 2022 com o pé direito: as peças estão com pontos de venda na capital e no Litoral Norte de Alagoas, em São Miguel dos Milagres. Roupas e itens de decoração e casa estão marcando presença no Maceió Shopping, no Parque Shopping Maceió e no município de São Miguel dos Milagres através do caminhão loja do Programa.

O caminhão estará disponível até o dia 17 de janeiro, e o espaço Alagoas Feita À Mão, no Maceió Shopping, ficará até o dia 31 de janeiro. Já a Galeria, que fica no segundo piso do Parque Shopping, leva o artesanato alagoano para os consumidores até o mês de março de 2022.

A iniciativa da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), em parceria com os shoppings e a prefeitura de São Miguel dos Milagres, tem a assinatura do programa Alagoas Feita à Mão e conta com a participação de diversos artesãos, que trazem tipologias e peças variadas para diferentes pontos do estado. As exposições trazem para o público toda a cultura alagoana através de peças artesanais.

“Nós temos uma expectativa muito positiva com relação aos valores que serão comercializados nesses locais, e essas ações, com certeza, vão gerar e aumentar a renda do artesão nesse período de pós pandemia. Disponibilizar pontos de comercialização para os artesãos é umas das prioridades do programa Alagoas Feita À Mão”, reitera a gerente de Design e Artesanato da Sedetur, Daniela Vasconcelos.

Alagoas Feita à Mão

O Governo de Alagoas, por meio da Sedetur, criou o programa Alagoas Feito à Mão em 2015, com objetivo de criar ações que promovam o segmento do artesanato no estado e contribuam para a geração de renda e qualidade de vida dos artistas locais. As atividades principais são focadas nas participações de feiras e eventos nacionais, divulgação do catálogo comercial do artesanato alagoano e mapeamento e identificação das oficinas dos artesãos.

Texto: Isbaella Padilha / Agência Alagoas. Imagem: Ascom/Sedetur.