Comércio, bares e restaurantes voltam a abrir aos fins de semana com horários restritos

Governador Renan Filho ao lado de secretários de Estado durante coletiva: abertura gradativa. Imagem: Márcio Ferreira.

Acesso a praias será liberado, mas restrição de circulação a partir das 21h fica mantida; estado segue na Fase Vermelha do Distanciamento Social Controlado

O funcionamento de estabelecimentos comerciais – incluindo bares, restaurantes e shopping centers – será autorizado aos fins de semana, mas com horários restritos. As medidas do novo decreto governamental de combate à pandemia foram anunciadas pelo governador Renan Filho, nesta terça-feira (27), durante coletiva para imprensa realizada no Palácio República dos Palmares.

A liberação para o comércio se estende a todos os dias da semana, nos mesmos períodos estabelecidos pelo decreto anterior: lojas do Centro e lojas de rua até as 17h, e shoppings centers até as 20h. No caso de bares e restaurantes, o funcionamento aos fins de semana será permitido até as 16h. Após o horário, só por meio de entrega e do sistema “pegue e leve”.

O uso do calçadão à beira-mar e da orla lagunar, bem como, o acesso a praias, rios e lagoas voltam a ser permitidos aos sábados e domingos. Marinas e equipamentos similares também poderão funcionar. Já as academias de ginástica têm permissão para abrir aos sábados, mas com a mesma limitação de 30% de usuários. Espaços para prática esportiva coletiva com até 25 pessoas serão autorizados, mas sem a presença de público.

As mudanças decorrem após a avaliação dos principais indicadores relacionados à Covid-19, que apresentaram tendência de queda ao longo das últimas semanas epidemiológicas. Apesar de iniciar a liberação gradativa de setores da economia, todo o estado continua na Fase Vermelha do Plano de Distanciamento Social Controlado. A restrição de horário para circulação de pessoas a partir das 21h também fica mantida.

“Mesmo com a queda de casos ativos, a queda de casos novos, a redução na taxa de transmissão e a redução da ocupação de leito hospitalar, o Governo do Estado resolve deixar toda Alagoas em bandeira vermelha para sinalizar às pessoas que a gente precisa manter as medidas de distanciamento social”, esclareceu o governador. “Mas, gradativamente, vamos reiniciar a retomada de alguns segmentos econômicos”, complementou.

Sobre a manutenção da restrição de horário de circulação, Renan Filho considera que a medida tem contribuído com a redução da ocupação hospitalar e com a taxa de transmissão do coronavírus em Alagoas. “De maneira que vamos manter por mais um ciclo”, justificou. “Vamos avaliar como se dará o comportamento da doença para verificar outra eventual ampliação adiante”, finalizou o gestor.

Texto: / Agência Alagoas. Imagem: Márcio Ferreira.