Trânsito nas imediações do Viaduto da PRF sofrerá alterações a partir desta quarta (06)

Interdição da alça lateral no sentido Centro\Av. Menino Marcelo terá duração de dez dias úteis. Imagem: Ascom Setrand.

Interdição da alça lateral no sentido Centro\\Av. Menino Marcelo terá duração de dez dias úteis e será necessária para execução de serviço de pavimentação no trecho bloqueado

A Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand) fará, a partir desta quarta-feira (6), mais uma intervenção no trânsito das imediações do Viaduto da Polícia Rodoviária Federal. A alça lateral que funciona no sentido Centro\Avenida Menino Marcelo será interditada pelo período de dez dias úteis para que seja possível a execução de um serviço de pavimentação no trecho bloqueado.

Como irá funcionar?

Durante esse período, a via lateral que dá acesso aos supermercados atacadistas Assaí e Atacadão estará funcionando para trânsito local em duplo sentido. Ou seja, os motoristas que desejarem acessar as lojas e os demais estabelecimentos localizados na via devem utilizá-la em duplo sentido em direção ao Distrito Industrial.

A partir daí, ele pode seguir pelo Distrito para acessar, mais a frente, a Avenida Menino Marcelo, ou fazer um retorno de quadra para voltar para a Avenida Durval de Góes Monteiro, com a opção de seguir pelo viaduto sentido Aeroporto, ou acessar o túnel seguindo o sentido Satuba, uma vez que os movimentos do viaduto e do túnel não sofrerão alterações.
Todo o trecho estará devidamente sinalizado a fim de garantir a segurança e orientar os condutores que trafegarem pela região.

Viaduto da PRF

As vias do complexo viário do Viaduto da PRF foram abertas para tráfego no dia 22 de dezembro de 2020. No entanto, continuam em execução os serviços complementares de construção de passeios e ciclovia, implantação da iluminação, urbanização do entorno e pequenos complementos nas capas asfálticas e de concreto das faixas, com previsão de conclusão para fevereiro deste ano. A implantação do viaduto da PRF é resultado de um convênio firmado entre o governo estadual e o governo federal, por meio do DNIT/Ministério dos Transportes, com um investimento de cerca de R$80 milhões.

Texto: Lívia holanda / Agência Alagoas. Imagem: Ascom Setrand.