Merendeira da Semed participará de etapa final de concurso

Imagem: Ascom Semed.

Yolanda Nascimento conquistou o primeiro lugar na semifinal municipal com prato livre de lactose

Competidores do concurso de merendeiras se emocionam

Merendeiros da Rede Municipal de Educação participaram nesta terça-feira (17) da Semifinal do 2º Concurso de Merendeiras. O evento ocorreu na Escola Municipal Senador Rui Palmeira, no Vergel do Lago, e foi promovido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Alagoas (Sebrae/AL), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac/AL), trazendo boa demonstração de culinária.

Sabor, criatividade (inovação e originalidade), aparência e textura dos pratos foram os critérios decisivos que escolheram o vencedor dessa etapa.

Enfrentando os competidores Túlio Ismael Souza de Araujo, do Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Heloísa Marinho de Gusmão Medeiro, com o arroz de Sururu cremoso, e Raquel Maria da Silva Vieira, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), coma a sopa de abóbora com carne salteada na manteiga, a merendeira Yolanda Maria do Nascimento, da Escola Municipal Olavo Bilac, foi a vencedora da segunda etapa.

São quase 12 de dedicação à merenda do Município. Yolanda é mãe de três filhos e Miguel é o mais jovem. Com 2 anos, o menininho inspirou o prato que consagrou a mãe. Vitoriosa por seu prato “Torta do Miguel”, a merendeira fala emocionada sobre a história do prato. “Meu filho é intolerante a lactose e começamos a fazer a tortinha perto de um ano, quando Miguel tinha seis meses, assim que descobrimos a intolerância. Essa torta foi para o meu filho, é uma receita dele, dediquei 100% desse prato para ele, sempre quando levava essa torta para os lugares, todo mundo comia, todo mundo gostou”, afirmou.

Torta do Miguel foi o prato vencedor. Imagem: Ascom Semed.

O prato leva alimentos da agricultura familiar, verduras, tapioca e duas proteínas, geralmente ovo e frango. É uma fórmula de família criada exclusivamente pela merendeira, perfeitamente adaptada às condições de intolerância do Miguel, mas que pode ser adaptado para qualquer paladar.

Na prova, os merendeiros tiveram direito de escolher um assistente que o auxiliaria na preparação dos pratos. A consultora de Gastronomia, suporte de Yolanda, Francine Sá, teve grande participação na vitória da servidora. “Foi um preparo onde focamos a eliminação de aditivos, glúten e lactose em prol dos intolerantes, usamos legumes e o principal muito amor, pois existem famílias que nem sabem que seus filhos são intolerantes e caso a Yolanda seja a campeã, será de suma importância a inclusão da receita no cardápio”, ressaltou.

Concurso de Merendeiras

O concurso das merendeiras está na segunda edição e o edital foi divulgado no dia 03/11, pelo Sebrae. Segundo o órgão, a proposta é eleger, premiar e divulgar receitas das merendeiras do ensino básico público. Com três etapas, provas eliminatórias, nível municipal e a final estadual, a próxima fase é a última, no dia 05/12, na Sede do Senac.

O evento colocará agora 10 merendeiros representantes dos municípios do Projeto Cidade Empreendedora do Senac, sendo eles Arapiraca, Campo Alegre, Coruripe, Delmiro Gouveia, Maceió, Maragogi, Palmeira dos Índios, Penedo, Santana do Ipanema e São Miguel dos Campos. A premiação varia entre as fases e qualificações.

Texto: Nathan Araujo / Ascom Semed. Imagem: Ascom Semed.