O que é ‘uitwaieen’, o simples remédio holandês para combater o estresse e as preocupações

Imagem: Comfreak / Pixabay.

Lutar contra o estresse e a ansiedade pode parecer impossível para muitos. Mas, para quem fala holandês, a chave para isso está em apenas uma palavra: uitwaaien.

Sua pronúncia (“autvaien”), pode parecer complicada, mas seu significado é simples: é uma daquelas palavras que não tem tradução literal em português, mas equivale a “respirar ar fresco”.

“A primeira coisa que me vem à mente quando penso em uitwaaien é uma praia com bastante vento. Significa caminhar até um lugar onde a brisa bate em você”, disse Jasper van Emmerick, jornalista holandês baseado em Utrecht, na Holanda, à BBC News Mundo, o serviço em espanhol da BBC.

Imagem: Getty.

Experiência agradável, fácil e relaxante

Uitwaaien é basicamente a atividade de passar o tempo ao ar livre enquanto o vento sopra, seja caminhando ou andando de bicicleta”, diz Caitlin Meyer, professora do departamento de Linguística Holandesa da Universidade de Amsterdã, na Holanda.

Meyer concorda com Van Emmerick e afirma que, onde ela mora, uitwaaien a lembra da praia, mas que o conceito pode ser praticado em qualquer espaço aberto, como uma floresta.

“É algo que você faz para limpar sua mente e se refrescar. Expirar ares ruins e inspirar ares bons. Na verdade, para o meu namorado, também pode significar dirigir um carro conversível na estrada. No geral, é uma experiência agradável, fácil e relaxante”, diz Meyer.

‘Uitwaaien’ também pode significar dirigir na rodovia com a parte superior do carro descoberta. Imagem: Getty.

Ela esclarece que a palavra não tem conotação espiritual. Na verdade, para os holandeses, trata-se de uma atividade muito normal, e eles nem consideram uitwaaien como algo “exclusivamente holandês”.

Origem

Você pode estar se perguntando por que o holandês tem uma palavra específica para esta atividade e outros idiomas não.

No final do século 16, a palavra uitwaaien significava “agitar” ou “agitar algo ao vento”, como uma bandeira ou a vela de um navio. Essa conotação continua a ser usada, mas no final do século 19, uitwaaien também passou a descrever o ato de lavar, secar e resfriar coisas ao vento.

No século 16, ‘uitwaaien’ também era usada para descrever o agitar de bandeiras no mastro de um navio. Imagem: Getty.

“Posteriormente, esse significado foi estendido para incluir também as pessoas, principalmente aquelas irritadas que precisavam relaxar ao vento ou as mais incansáveis, que queriam gastar energia”, diz a especialista.

“Costumava ser usado como um pronome reflexivo, então o significado verbal de hoje é uma inovação moderna. A linguagem é fluída.”

Os benefícios de passar tempo ao ar livre

O estresse pode afetar todos nós de maneiras diferentes, mas, caso se torne crônico, pode ter repercussões negativas em nossa vida diária.

De acordo com o Serviço Nacional de Saúde Britânico (NHS, em inglês), o estresse excessivo pode afetar nosso humor, corpo e relacionamentos, “especialmente quando parece fora de controle”.

O estresse também nos deixa ansiosos, irritados e afetar nossa autoestima. Pode até gerar exaustão física, mental e emocional que pode levar a outros sintomas psicossomáticos.

Em 2016, um estudo da Universidade de Exeter, no Reino Unido, analisou os benefícios de se exercitar ao ar livre e passar muito tempo perto da natureza — pelo menos meia hora em cinco dias por semana.

Praticar exercícios e caminhadas perto da natureza traz benefícios poderosos para a saúde física e mental. Imagem: Heibe / Pixabay.

Os pesquisadores não apenas destacaram o impacto positivo do “exercício verde” para o estresse e a saúde mental, mas também para combater outros problemas de saúde, como a obesidade.

Eles até calcularam que fazer exercícios e passar o tempo ao ar livre, seja correndo, caminhando ou andando de bicicleta, economiza milhões em recursos do sistema público de saúde.

Portanto, embora seja difícil escrever, traduzir e pronunciar, parece que os holandeses sabem bem do que falam cada vez que saem de casa para uitwaaien.

Texto: José Carlos Cueto / BBC News Mundo. Imagem: Comfreak / Pixabay.