Quarentena: Secti dá dicas de como usar tecnologia a seu favor

Em tempos de isolamento domiciliar, a tecnologia pode ser uma grande aliada na rotina das pessoas. Foto: Andira Miranda

Confira medidas estratégicas e serviços gratuitos que estão disponíveis on-line

Em tempos de isolamento domiciliar, para minimizar a propagação do Coronavírus (Covid-19), a tecnologia pode ser uma grande aliada na rotina das pessoas. Pensando nisso, a Secretaria da Ciência, da Tecnologia e da Inovação de Alagoas (Secti/AL) reuniu uma série de medidas estratégicas e dicas de vários serviços gratuitos on-line para ampliar o conhecimento e ajudar a tirar dúvidas sobre o vírus, além de tornar a sua quarentena alegre e produtiva.

Para a secretária da Secti, Cecília Rocha, é importante que as pessoas entendam que a tecnologia e a ciência são grandes aliadas nessa fase. “Estamos conectados com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) a respeito de pesquisas e editais que ajudem a buscar alternativas tecnológicas para esse momento. A Finep, empresa pública vinculada ao Ministério, já está com edital aberto. Todas as informações estão no site www.finep.gov.br”, relatou a secretária.

“Enquanto estamos buscando alternativas para combater o vírus, a melhor é a prevenção. Por isso, é importante permanecermos em casa. Vamos aproveitar a tecnologia como aliada para o isolamento social”, complementou.

 Confira algumas dicas de como usar a tecnologia:

1. Para o seu trabalho
Dê prioridade as videoconferências e ao trabalho em casa (home office). Existem plataformas de acesso gratuito que podem ajudar nesse sentido.

A “Hangouts Meet” permite realizar reuniões com mais de 250 pessoas e transmissões ao vivo para mais de 10 mil espectadores.

Outra plataforma que pode ser utilizada é a “Microsoft Teams”, que unifica a comunicação e a colaboração, possibilitando formar equipes e agendar videochamadas.

2. Para o seu negócio

Se o cliente não vai até você, vá até o cliente. Use o serviço delivery e Ecommerce (comércio eletrônico), que são permitidos nesse período, além de os serviços gratuitos de mentoria.

A plataforma “Homa” está disponível para isso. Ela garante mentoria on-line e gratuita para pequenos negócios aprenderem navegar em cenários incertos, como este que estamos vivenciando no momento.

3. Para ampliar conhecimento
Vários cursos gratuitos, de diversos segmentos, estão disponíveis durante esse período. Na plataforma “Harvard” 100 cursos on-line gratuitos foram liberados em 14 áreas (Negócios e gestão, artes, ciências da computação, entre outras) com direito a certificado.

As plataformas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a “Udemy” também liberaram cursos on-line gratuitos em várias áreas, como empreendedorismo, finanças, direito, administração, marketing, tecnologia da informação, entre outros.

4. Para o entretenimento
A revista Forbes liberou acesso gratuito a algumas edições da revista. Basta baixar o aplicativo na App Store ou Google Play Store. E a Amazon está com vários livros de graça na versão Kindle. Qualquer pessoa pode baixar para ler do dispositivo de sua preferência.

Uma alternativas para crianças são os aplicativos que auxiliam na educação escolar e tornam o momento divertido. Como aqueles que ensinam ciências exatas e da natureza, ou até mesmo a ler, como é o caso do aplicativo “Aprender a ler” , “Você consegue?” e o “Matemática fácil”.

Texto: Geysa Miranda/Ag. Alagoas. Foto: Andira Miranda.